Excluir Neymar por soco em torcedor é piada na CBF

A agressão de Neymar a um torcedor, com um soco no rosto, na semana passada, no Stade de France, está longe de ameaçar a presença dele na lista dos convocados da Seleção Brasileira para a disputa da Copa América, em junho. Para a cúpula da CBF, a discussão sobre uma eventual punição ao atacante por parte do técnico Tite é até motivo de brincadeiras e de algumas piadas, internamente.

Em outubro de 2018, Tite deixou o atacante Douglas Costa fora dos amistosos com Arábia Saudita e Argentina, por dois motivos, um deles, segundo o próprio treinador, pesou bastante: Douglas, que joga na Juventus, cuspira no rosto de um colega durante uma partida contra o Sassuolo, pelo Campeonato Italiano. De todo modo, ele não poderia seguir com a Seleção por causa de uma lesão muscular.

A reportagem do Terra conversou com um dos vice-presidentes da entidade, que tomou posse em abril e pediu que seu nome não fosse revelado, sobre as consequências, na Seleção, do incidente envolvendo Neymar, logo após o jogo entre PSG e Rennes, pela Copa da França. A resposta, inicialmente, foi bem objetiva: “Nenhuma.”

Depois, o dirigente se estendeu mais um pouco.

“Você acha que o Tite é louco? Claro que o Neymar vai para a Copa América. O argumento dele já está fechado – o Douglas estava contundido quando da exclusão do seu nome daquela lista. Todo mundo sabe que a história não é bem assim. Que o Tite decidiu sacar o Douglas por causa da indisciplina. Pegue uma balança dessas de supermercado e coloque de um lado o Douglas e do outro, o Neymar. Aí você vai entender.”

Indagado se isso não seria falta de coerência do treinador, o dirigente foi novamente direto. “Coerência, no futebol, só vale quando não tem dinheiro no meio. Pensa comigo, quem patrocina a competição, a Seleção, as cotas vendidas, audiência, tudo isso, e você não tem o Neymar, por indisciplina, numa Copa América realizada no Brasil? Conta outra.”

Tite convocará em 17 de maio os 23 jogadores para a disputa. A partir do dia 20, parte do grupo já estará em Teresópolis (onde fica a concentração da Seleção, na região serrana do Rio) para dar início à preparação. A Copa América terá 12 seleções, divididas inicialmente em três grupos. No do Brasil estão Peru, Bolívia e Venezuela. A estreia da equipe vai ser no dia 14 de junho, contra os bolivianos, no Morumbi.

02/05/2019