Alagoas terá curso de pós-graduação na área de perícia criminal e ciências forenses

pós-graduação terá duração de 18 meses e será iniciada em setembro

À esquerda: Dr. Marek Henryque Ferreira Ekert (Perito Criminal e Coordenador da Pós-Graduação em Perícia Criminal e Ciências Forenses); à direita: Dr. Pedro Jorge Mendonça de Barros (Coordenador Geral de Pós-Graduação da Unit) - Ascom Perícia Oficial.
À esquerda: Dr. Marek Henryque Ferreira Ekert (Perito Criminal e Coordenador da Pós-Graduação em Perícia Criminal e Ciências Forenses); à direita: Dr. Pedro Jorge Mendonça de Barros (Coordenador Geral de Pós-Graduação da Unit) – Ascom Perícia Oficial.

Um grupo de peritos do Instituto de Criminalística de Alagoas firmou uma parceria com o Centro Universitário Tiradentes (Unit) para a formatação e realização de uma pós-graduação em perícia criminal e ciências forenses. Essa será a primeira vez na história da pericia alagoana que será implantado um curso com o foco direcionado para essa área.

A pós-graduação, com duração de 18 meses, será iniciada em setembro deste ano, com aulas teóricas e práticas no campus da Unit no bairro de Cruz das Almas. Outra novidade é que também haverá aulas na sede Poal. Ao final, o aluno terá que apresentar um trabalho de conclusão, para adquirir o título de especialista.

Para este curso estão sendo disponibilizadas 25 vagas para profissionais de nível superior, graduados em qualquer área do conhecimento, que exerçam ou pretendam exercer atividades na perícia criminal ou cível, bem como peritos criminais que já atuam na área das ciências forenses. As pré-inscrições estão sendo feitas pelos telefones (82)99804-3995 ou (81) 99795-3973 (apenas whatsapp).

De acordo com o coordenador do curso, o perito criminal e Dr. Marek Henryque Ferreira Ekert, o corpo docente é altamente gabaritado, composto por especialistas, mestres e doutores. Entre os selecionados estão peritos oficiais da própria Poal, da Polícia Federal, da Força Nacional e das polícias científicas do Rio de Janeiro e de Minas Gerais.

“É um marco ímpar na história da Perícia Oficial de Alagoas. Tal advento faz parte da política de qualificação, valorização e reconhecimento de seus peritos oficiais e da Instituição. É uma vitória para todos nós e, principalmente para a sociedade alagoana, que agora contará com a primeira Pós-Graduação na área de Perícia Criminal do Estado. Agradeço imensamente a todos engajados nesse projeto, que agora é realidade.”

Segundo o perito-geral Manoel Melo, a perícia criminal é uma atividade técnico-científica prevista no Código de Processo Penal (CPP), indispensável para elucidação de crimes quando houver vestígios, ou seja, é a ciência a serviço da justiça. Com a redemocratização e efetivação dos direitos sociais e humanos, a perícia ganhou importância ainda maior no quesito comprovação e averiguação das provas.

Ainda segundo o perito-geral, com o advento da tecnologia, e sua evolução, os profissionais de perícia, tiveram seus conhecimentos colocados à prova, com exigências maiores de especializações, para acompanhar tais variáveis, concluindo-se que a perícia criminal retrata o valor de imparcialidade da Justiça e, as competências dos peritos constituem seu principal recurso. No momento atual, a formação de profissionais capacitados para tal labor é de extrema importância e a tendência é de que cresça ainda mais a solicitação por profissionais com o perfil que o curso pretende formar.

Aarão José – Agência Alagoas.